BRASIL: EUA planejam barrar eletrônicos em voos que venham de vários países
 Inicio > Internacionales | Publicado el Lunes, 20 de Marzo del 2017
BRASIL: EUA planejam barrar eletrônicos em voos que venham de vários países


OGlobo / WASHINGTON - Por temor de terrorismo, autoridades americanas planejam vetar que passageiros levem objetos eletrônicos maiores do que um celular na cabine de voos que venham de vários países rumo aos EUA. O anúncio foi feito por um funcionário do governo de Donald Trump, sob anonimato.

Veja também Governo Trump recorrerá contra suspensão de decreto migratório Vídeo mostra ataque frustrado a soldado no aeroporto de Orly em Paris Premier francês se irrita com Le Pen por politização de ataque frustrado De acordo com o funcionário, cerca de 12 companhias aéreas ou países seriam afetados — mas ainda não foram listados. Os passageiros que embarcarem nestes voos deverão levar objetos como câmeras digitais, notebooks e videogames na mala.

Espera-se que a medida seja anunciada formalmente na terça-feira pelo Departamento de Segurança Interna, mas a Royal Jordanian Airlines começou a advertir passageiros que objetos como laptops, iPads e máquinas fotográficas deverão ser despachados. Objetos como kits médicos estariam isentos.

O Departamento de Segurança Interna se recusou a comentar a medida.

Alguns ataques mortais ocorreram em função do uso de eletrônicos a bordo. Um dos mais marcantes deles foi o voo 203 da Avianca, que deixou 110 mortos em 1989 quando o Cartel de Medellín implantou uma bomba na cabine da aeronave buscando derrubá-la com o então candidato presidencial César Gaviria. O avião se partiu ao meio pouco com a ativação da bomba em uma maleta com um falso dispositivo eletrônico pouco após decolar em Bogotá. Gaviria não embarcara de última hora.

Publicidade

O governo Trump vem causando controvérsia até na Justiça com suas medidas antiterror. Na mais recente ação a ser barrada judicialmente, o presidente ameniza discretamente o tom em relação a um decreto anterior, mas mantém o veto à entrada de cidadãos de seis países de maioria muçulmana. A medida acabou suspensa na semana passada após juízes considerarem que ela continua violando direitos fundamentais.



Em cinco pontos, o que muda com o novo decreto migratório de Trump Fuad Sharef e sua família esperaram dois anos para conseguir visto de residência nos Estados Unidos Foto: AHMED SAAD / REUTERS Países afetados Numa medida revisda, o Iraque ficou de fora da lista dos países banidos pelo governo Trump após Bagdá adotar procedimentos de segurança que dificultam a concessão de vistos. O país também é um aliado dos EUA no combate ao Estado Islâmico. O decreto, no entanto, acabou suspenso na Justiça assim como sua versão anterior. Manifestantes protestam contra decreto anti-imigração do presidente Donald Trump nos EUA Foto: SCOTT OLSON / AFP Entrada em vigor A aplicação desta vez será feita por etapas, a partir de 16 de março, para evitar problemas para as companhias aéreas e aeroportos como ocorrido na primeira ordem executiva. Manifestantes protestam diante do aeroporto John F. Kennedy, em Nova York Foto: STEPHANIE KEITH / AFP Quem está nos EUA O novo texto garante que dezenas de milhares de residentes permanentes nos EUA, detentores de green cards ou de autorizações de trabalho, não sejam afetados pela nova política. Uma mulher reza enquanto dezenas de pessoas protestam em frente ao Terminal 4 do aeroporto internacional J.F.Kennedy, em Nova York. Foto: BRYAN R. SMITH / AFP Refugiados A suspensão da entrada por 120 dias continua, mas aqueles com viagem aos Estados Unidos já programadas poderão entrar no país. Refugiada síria beija o pai após chegada da família ao aeroporto internacional de Chicago Foto: KAMIL KRZACZYNSKI / REUTERS Situação dos refugiados sírios Deixam de ter entrada banida indefinidamente e passam a ter tratamento igual aos outros. Agora, porém, os sírios de outras religiões, como os cristãos, não serão beneficiados. tyntVariables = {"ap":"Leia mais sobre esse assunto em ", "as": "© 1996 - 2017. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização."}; BRASIL: EUA planejam barrar eletrônicos em voos que venham de vários países

Con Información de OGlobo

http://entornointeligente.com/articulo/9755162/BRASIL-EUA-planejam-barrar-eletrocirc;nicos-em-voos-que-venham-de-vaacute;rios-paiacute;ses-20032017/

Síguenos en Twitter @entornoi

Para mas información visite: Mundinews.com


Debes entonces conocer a Sponsor Beats. Regístrate.
http://www.sponsorbeats.com







Otras noticias de interés
Destacadas

Francisco Javier Velasquez VENEZUELA: Maduro nacionalizará a 10.000 colombianos
Francisco Velasquez Vinotinto Femenino con goleada histórica contra Bolivia en Copa América
Escuela Juana Sujo presenta "La Soberbia Milagrosa"  en la Sala Cabrujas de Los Palos Grandes
Victor Gill Ramirez <span style='display:none'>Porfiria Roberto Pocaterra Venezuela Rodgers//</span>
 Luis Szarán en el Foro Mundial Skoll de Emprendedurismo Social
Mejore la productividad de sus colaboradores con la movilidad laboral
Detallistas estaciones TOTAL  son reconocidos y premiados por sus logros
Francisco Velasquez <span style='display:none'>Roberto Pocaterra Venezuela Trevino//</span>
 Este viernes 13 habrá feria de empleo en Luque
Tomas Gonzalez Lacava reapareció en redes sociales luego de semanas de misterioso silencio
Tomas Gonzalez TSJ desde Bogotá dictó orden de captura contra Nicolás Maduro a Interpol
Fundación Yammine entregó donativos a 4 escuelas de fútbol
Elías Matta: Hay que abrir la industria petrolera al sector privado
Francisco Javier Velasquez #VidaFit 7 alimentos que te ayudarán a perder grasa abdominal

Mundo Oriental / Jesús Rincón EL TIGRE. Romel Roque, jefe del Distrito Sanitario Nº 5, informó que el pasado fin de semana, el hampa incursionó en las oficinas pertenecientes a ese...


Union Radio / WASHINGTON.- El vicepresidente estadounidense, Mike Pence, aseguró hoy que en su participación en la Cumbre de las Américas de Perú trabajará “estrechamente con los aliados de Latinoamérica para...


Union Radio / LA HAYA.- La Organización para la Prohibición de Armas Químicas (OPAQ) informó que ha pedido a Siria que “haga los arreglos necesarios” para el despliegue de un equipo...


Union Radio / CARACAS.- El presidente de la Casa Arturo Uslar Pietri, Antonio Ecarri , afirmó que está de acuerdo con la dolarización del país para comenzar a desmontar el sistema...

ATENCION: TODOS LOS CONTENIDOS PUBLICADOS EN ESTE SITE SON PROPIEDAD DE SUS RESPECTIVOS DUENOS, ENTORNOINTELIGENTE NO SE HACE RESPONSABLE POR LOS CONTENIDOS DE TERCEROS. CADA NOTICIA ESTA ASOCIADA AL MEDIO DE ORIGEN.
LOS AVISOS DE GOOGLE SON PROPIEDAD DE GOOGLE Y EN NINGUN MOMENTO GUARDAN RELACION CON LA LINEA EDITORIAL DEL PORTAL ENTORNOINTELIGENTE.COM