Museu americano cancela projeção de obra com revólver após atentado na Flórida
OGlobo /

RIO — O museu Hirshhorn, em Washington, DC, cancelou uma projeção do trabalho do artista polonês Kryzstof Wodiczko após o ataque a uma escola na Flórida que deixou 17 mortos . O trabalho, reproduzido acima, inclui a imagem de uma arma.

Veja também Artistas atacados em 2017 criam peça em resposta a agressões Festival de Berlim: docs brasileiros abordam de questões indígenas a impeachment Síria impede equipe de "Últimos homens em Aleppo" de ir ao Oscar A obra estava sendo reapresentada após 30 anos e deveria ficar exposta na fachada do museu por três dias, marcando a abertura da exposição "Brand New: Art and Commodity in the 1980s". Mas em seu site oficial o museu anuciou que, "em respeito às vítimas", a projeção foi cancelada.

"Nossos sentimentos ficam com as vítimas e as famílias da tragédia na Flórida", diz o comunicado. "Por respeito aos afetados e ao nosso público, o Hirshhorn e o artistas Krzysztof Wodiczko não vão mais projetar a obra no exterior do prédio nos dias 14 e 15 de fevereiro."

A obra foi criada por Wodiczko especialmente para o museu Hirshhorn, como parte de uma exposição de três dias em 1988. Ocupava três andares da fachada do prédio, mostrando duas mãos segurando uma mão e uma vela em frente a microfones.

"Essa projeção de 30 anos me parece estranhamento familiar e insuportavelmente relevante", diz o artista no site do museu. "Mais do que nunca o sentido dos nosso monumentos depende do nosso papel ativo em transformá-los em lugares de memória e avaliação crítica da história, além de locais de discurso público e ação."

Museu americano cancela projeção de obra com revólver após atentado na Flórida

Con Información de OGlobo

www.entornointeligente.com

Síguenos en Twitter @entornoi

También te puede interesar